quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

A história real sobre o filme " O Exorcista "

O filme "o exorcista" é baseado numa história verídica,o que pouca gente não sabe é que não foi uma garotinha de 12,mas sim um rapaz luterano de 14 anos o verdadeiro protagonista. Na verdade o filme foi baseado no livro de William Peter Blatty, que se inspirou nas manchetes de 1949, onde o assunto era o "Terrível Exorcismo"

Tudo começou em Janeiro de 1949,e envolveu um rapaz chamado Robbie,que vivia com os seus pais e avó em Cottage City,Maryland.Diz-se que foi uma tia de que era muito amigo, que lhe ensinou a mexer na tábua Ouija. Após a morte dessa tia,ele começou a usar a tábua no quarto da avó para comunicar com essa tia, cada vez mais até começar a ficar obcecado.Foi então que começaram as primeiras manifestações...primeiro sons de uma torneira a pingar,depois começaram a ouvir-se como que barulhos de alguém a arranhar a parede.O pai de Robbie começou a mandar abaixo algumas paredes convencido que eram ratos,só começaram a recear pela vida do filho quando a cama e a cadeira onde o menino se sentava se mexiam sozinhas.Objectos moviam-se sozinhos,os quadros na parede mexiam-se,um vaso voou contra uma parede, uma cadeira arrastou-se de um lado a outro da sala.O próprio Robbie começou a ter pesadelos e a mudar:começou a ficar zangado,inquieto,choroso.Levaram o menino a fazer testes mentais,que não deram em nada.
O Cardeal O'Boyle,depois de o receber a ele e aos pais no seu escritório,teve várias manifestações:o telefone e outros objetos moveram-se,a sala ficou gelada e o Robbie falou com uma voz diabólica,dizendo palavras obscenas.Autorizou o exorcismo.
Na verdade a Robbie foram feitos 2 exorcismos,o primeiro dramaticamente atirou-o para uma cama de um hospital,após uma família luterana ter convencido os pais a procurarem ajuda na igreja católica.Diz-se que atado de pés e mãos,conseguiu desprender uma das mão,e conseguiu atingir o padre com uma mola arrancada por debaixo da cama numa das mãos que teve de levar cerca de 100 pontos.Mandam-no para casa.Em casa,começam-lhe a aparecer rasgões no corpo,como que palavras.A mãe ao vê-lo,horrorizada,apercebe-se da palavra S LOUIS,e pergunta se é para lá que têm de ir,novamente aparece-lhe outra palavra:YES.Vão para a casa de um primo,que contacta imediatamente com um padre,que aceita vê-lo.Ao entrar no quarto do Robbie novamente recomeçam os fenômenos:O menino grita,objetos voam,um jarro de água bate na parede. Robbie transfigura-se,torna-se diabólico.No peito aparecem rasgões em zig-zag e num ombro um desenho da cara do Diabo. Este padre contacta O´Boyle. Assim que começam o ritual,Robbie torna-se violento.Cospe,uiva e grunhe.A cama sobe e desce.Diz palavras obscenas,e ri. Mudam-no para a ala psiquiátrica do hospital.
Certos rumores dão conta que ele falava em Latim...mas os presentes disseram que esta entidade recusava-se falar em Latim. 
Esta entidade diabólica afirmava que só havia uma palavra,que o poderia salvar mas que ele NUNCA a diria.
De repente outra voz surge de dentro de Robbie que diz: DOMINUM!(significa O SENHOR)
Padre Bowdern continua o ritual,pede permissão aos pais e batiza-o. Ao receber a Sagrada Hóstia,ele cospe-a.Rezam e voltam a tentar.Finalmente ele recebe-a.
Ao chegar a clímax do exorcismo,a entidade maléfica reconhece o poder de São Miguel Arcanjo e é expulso.Ouve-se como que um tiro,audível em todo o Hospital.
O menino,ao recompôr-se diz não se recordar de nada,apenas de uma visão de São Miguel Arcanjo.
O set onde ocorriam as filmagens pegou fogo durante as filmagens e oúnico lugar que ficou intacto foi o quarto de Regan
Na época do lançamento, lendas urbanas garantiam que todo mundo que participou da produção estaria amaldiçoado pela eternidade. Foram nove mortes no total. O ator Jack MacGowran, que interpretou Burke, e a atriz Vasiliki Maliaros, que viveu a mãe do Padre Karras, nem chegaram a ver o filme nos cinemas.






9 comentários:

  1. NOSSA EU TENHO MUITO MEDO DISSO MAS NAO QUERENDO ABUSAR EU NAO SEI SE ISSO EXISTE DE VERDADE

    ResponderExcluir
  2. ME RESPONDA ISSO EXISTE DE VERDADE NAO QUERENDO ZUAR


    ResponderExcluir
  3. Sinistro!!! O Filme O exorcismo de Emilly Rose, também foi inspirado num caso real. Uma garota chamada Anneliese Michel, acredita-se que ela estava possuída por uma legião de demônios. Infelizmente a mesma não resistiu, pois não estava mais se alimentando.Morreu aos 23 anos.Tem o vídeo do exorcismo dela no Youtube



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra quem quiser ver..

      https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&cd=18&ved=0CJYBELgCMBE&url=http%3A%2F%2Fm.youtube.com%2Fwatch%3Fv%3DepNlMuaYh9w&ei=4rsXU-uhMIat0QGii4DYCw&usg=AFQjCNG0TBToKNuAl8IDv3XnvGVHnzBPrQ

      Excluir
    2. Foi mals, agora o link tá certo..
      http://m.youtube.com/watch?v=epNlMuaYh9w#

      Excluir
  4. O caso de Emilly Rose (Annelise Michel) foi um crime de negligência médica feito a meias pelos pais da rapariga e os dois padres exorcistas, completamente viciados no diabo. Acredito em Deus, não acredito no diabo, mas acredito no Mal e no Bem. Existem crimes satânicos? Claro que existem, o que não quer dizer que o diabo exista. Vivemos numa sociedade vítima do diabo e com uma falsa ideia de Deus, e enquanto assim for, o diabo terá crentes. É mais fácil ver o diabo em tudo do que ver os próprios erros humanos. Já agora, Robbie, que inspirou o filme "O Exorcista", era um menino mimado, tinha tudo o que queria, os pais, sendo luteranos, viam o diabo em tudo. Entre os casos de possessão estudados, 99,99 % tiveram explicação racional, restou 0,01 % em que terão se manifestado forças sobrenaturais, o que não quer dizer que fossem o diabo. Como escrevia Eliphas Levi, o diabo, quando chamado, acode e é visto, mas só por aqueles que acreditam nele.

    ResponderExcluir
  5. O Exorcista é um filme que eu recomendo, ele nos conta uma história que é bem trabalhada, com atores excelentes, efeitos, performances. Gosto de ver este tipo de películas de terror en HBO , porque mesmo que eu tenho medo, eu gosto de filmes como este que são muito bem conseguida. Vale a pena ver de novo.

    ResponderExcluir